"Dai gratuitamente o que gratuitamente recebestes."

Os médiuns atuais - pois que também os apóstolos tinham mediunidade - igualmente receberam de Deus um dom gratuito: o de serem intérpretes dos Espíritos, para instrução dos homens, para lhes mostrar o caminho do bem e conduzi-los à fé, não para lhes vender palavras que não lhes pertencem, a eles médiuns, visto que não são fruto de suas concepções, nem de suas pesquisas, nem de seus trabalhos pessoais. Deus quer que a luz chegue a todos; não quer que o mais pobre fique dela privado e possa dizer: não tenho fé, porque não a pude pagar; não tive o consolo de receber os encorajamentos e os testemunhos de afeição dos que pranteio, porque sou pobre. Tal a razão por que a mediunidade não constitui privilégio e se encontra por toda parte. Fazê-la paga seria, pois, desviá-la do seu providencial objetivo.

(O Evangelho Segundo o Espiritismo - Capítulo 26 Item 7)

Mensagem Arcanjo Miguel

Mensagem ( Março de 2014 )

Download gratuito

Homens, meus bem amados! Exortai-vos ao trabalho salutar nas fileiras da necessidade, da dor, das misérias e mazelas humanas.

A grande batalha humana não se trava com espadas, lanças ou escudos, mas com paciência, benevolência e fé em Deus.

Aqueles que vencem tal batalha são aqueles que repartem, que ensinam o bem, que praticam a paz, que elevam seus corações à vindade e procuram melhorar-se nas labutas de todos os dias, seja na distribuição de sorrisos ou no compartilhamento de emoções, através de lágrimas de sinceridade.

Há chegado o tempo. Aquele previsto biblicamente para o final dos tempos. Mas final de tempos de dor e início de tempos de paz e prosperidade.

Os vencedores de tal batalha herdarão o Reino dos Céus, como predito. Serão novos em si mesmo, serão diferentes, portanto, para seus irmãos, tendo luz e paz para doar e compartilhar.

Preparai-vos, desde já, para a passagem. E atuem nas lidas diárias com o fervor de quem possui a certeza de ser um legítimo mensageiro da paz, do Pai. Militem em minhas falanges, com amor e respeito por seu próximo, nossos irmãos.

Façam pelo próximo, aquele desconhecido, nobre em sua raiz, assim como nós, o que faríeis pelo próximo, aquele conhecido através dos laços de sangue. Não cometam distinções. Não segreguem.

Não separem, juntem. Não fujam da dor, abracem o trabalho através da dor. E assim, façam surgir o amor. De vós, legítimos mensageiros de Deus e falangeiros de minhas fileiras na batalha pelo amor e pela paz é pedido e esperado o esforço para lançar Luz ao mundo. Para que todos possam salvar-se e possuir também o ingresso no predito Reino dos Céus.

Vossas Luzes brilham. Irradiem-nas para fora de si mesmos. Façam o bem. Permitam que suas Luzes oriundas do Pai sejam vistas e alcancem onde jamais se alcançou. Lancem paz sobre o mundo.

É chegado o tempo dos bons deixaram a timidez de lado e agirem em benefício de todos, pois que a hora da ação já nos alcançou há tempos.

Sejam fiéis a seus instintos, de luz, de paz e de amor. Sejam fiéis ao Pai e Suas Bênçãos serão derramadas sobre vós.

Avante, ao trabalho! A batalha será vencida pelo bem. Faça parte do lado vencedor.

Eu sou o Arcanjo Miguel.
Com a Paz, as Bênçãos e o Amor de Deus. Para a eternidade.